ArbitragemDestaque

Salmo Valentim preserva CBF, elogia Ednaldo Rodrigues e detona Leonardo Gaciba

Presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol subiu o tom contra gestão do dirigente gaúcho que perdeu governabilidade e não possui mais condições de permanecer no cargo

O Pernambucano Salmo Valentim fez duras críticas ao presidente da comissão de árbitros da CBF, Leonardo Gaciba, em suas redes sociais. Através de seu twitter, o dirigente criticou a gestão “sem liderança” do gaúcho e pediu publicamente a sua demissão.

A decisão do presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) de contrapor os números fantasiosos que são veiculados pela gestão Gaciba, surge no auge de uma crise que parece sem fim na arbitragem. Com clubes, federações e até boa parte dos árbitros insatisfeitos, as fortes declarações do presidente da entidade classe escancara um sintoma que há tempos se desenha, mas que ninguém até agora teve coragem de estancar.

Sem governabilidade, tampouco com prestígio para sair do buraco em que entrou, em respeito a carreira que construiu dentro de campo, quando não era reprovado nos testes físicos, Gaciba deveria poupar a CBF do vexame de ter sua imagem o tempo todo desgastada negativamente pela mídia e pedir de demissão.

Embora não seja oficial, estima-se que o ex-árbitro FIFA receba mensalmente um salário superior a R$ 40 mil, investimento que não justifica sua permanência no cargo tendo em vista a dificuldade que ele desde o ano passado apresenta não só para revelar árbitros, mas também, de fazer uma gestão que priorize o talento.

SEM MUDANÇAS NA FIFA EM 2022

O desprestígio de Leonardo Gaciba, evidenciado pelas queixas semanais dos clubes e agora reforçado pelas declarações do presidente da ANAF, ficou ainda mais evidente em sua tentativa desastrosa de mudar o quadro FIFA para a próxima temporada.

Depois de ter apresentado a lista ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, com os nomes que iriam compor o quadro internacional em 2022, o baiano não só vetou, como decidiu que ninguém sairá no próximo ano, comprovando a incapacidade de gestão e o esdruxulo poder de convencimento do presidente da comissão nacional.

Na lista, os árbitros: Wagner Magalhães (RJ), Luiz Flávio Oliveira (SP), Rafael Traci (SC) e Alessandro Rocha Mattos (BA), seriam substituídos por Nailton Junior (CE), Marielson Alves (BA), Paulo Alves Junior (PR) e Savio Sampaio (DF). Porém, o pedido não foi aceito pelo presidente da CBF.

A queda anunciada de Gaciba deveria desencadear uma reformulação geral na CBF, fato que poderá colocar Ednaldo Rodrigues em um patamar de destaque no cenário nacional, se distanciando da imagem de um presidente meramente ilustrativo como no caso do Coronel Nunes, que a todo custo, segundo fontes da Tribuna do Apito, tenda reassumir o poder nos bastidores.

Sem sucesso, o dirigente paraense segue como vice-presidente da CBF, testemunhando, assim como elogiou e enalteceu Salmo Valentim, o sucesso da gestão de Rodrigues que conseguiu apaziguar os ânimos, colocou Leonardo Gaciba em seu lugar, não permitiu perseguições aos árbitros e que, provavelmente, deverá mudar radicalmente o comando da arbitragem para os próximos anos.

Um dos desejos do setor há anos é a queda de Sérgio Corrêa da Silva. Segundo relatos, sua presença nos corredores da CBF causa indignação não só entre funcionários da comissão, mas também nos árbitros, especialmente os que tiveram suas carreiras ceifadas pelo dirigente paulista que como principal legado de sua passagem pela entidade deixará os escândalos pessoais em que se envolveu.

Nós procuramos o presidente da ANAF para comentar suas declarações à Globo, mas o dirigente não foi encontrado. Já a CBF não quis se manifestar, mas interlocutores atestam que a paciência de Rodrigues com Gaciba acabou e que não há, por parte do dirigente baiano, confiança no trabalho do ex-FIFA que após o brasileiro deve ser demitido.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios