ArbitragemFutebol

“Não é opinião, são os fatos”, diz Jorge Rabelo em artigo exclusivo

Ex-chefe da arbitragem carioca deixa a sua opinião sobre os desafios do apito para a próxima temporada e expõe a sua visão sobre o que não vem dando certo

AMIGOS,

COM FREQUÊNCIA, RECEBO MENSAGENS E E-MAILS DE PRESIDENTES DE COMISSÕES ESTADUAIS DE ARBITRAGEM, ÁRBITROS E DA PRÓPRIA MÍDIA QUE NATURALMENTE ME FAZEM UMA SÉRIE DE QUESTIONAMENTOS. ENTRE ELES:

COMO PODE A COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM AO LONGO DE TANTOS ANOS E COM A CAPACIDADE DE INVESTIMENTOS COLOCADOS À DISPOSIÇÃO PELA CBF, PARA TREINAMENTO E QUALIFICAÇÃO DOS ÁRBITROS, NÃO APRESENTAR RESULTADOS SATISFATÓRIOS E CONVINCENTES, E MESMO COM O VAR, SER DURAMENTE CRITICADA E QUESTIONADA POR TODOS OS SEGMENTOS ENVOLVIDOS COM O FUTEBOL, APESAR DE VÁRIAS TROCAS (IDAS E VINDAS DE ALGUNS) DE PRESIDENTES DE COMISSÃO?

ACHO QUE RESPONDER A ESSAS PERGUNTAS E QUESTIONAMENTOS DEMANDARIA O TEMPO PARA ESCREVER MAIS UM LIVRO (NO MOMENTO ESTOU CONCLUINDO MEU LIVRO SOBRE O VAR). MAS DE UMA FORMA BEM RESUMIDA, HUMILDEMENTE E SEM NENHUMA PRETENSÃO DE SER O DONO DA VERDADE, APRESENTO ALGUMAS SUGESTÕES E REGISTRO MINHAS CONVICÇÕES A RESPEITO DOS PROBLEMAS COM A ARBITRAGEM NACIONAL.

COMEÇO RECOMENDANDO A TODOS OS GESTORES DE ARBITRAGEM NACIONAL OU REGIONAL UMA BOA LEITURA SOBRE LIVROS E AUTORES DIVERSOS SOBRE OS TEMAS LIDERANÇA, GESTÃO E INOVAÇÃO. ESSA VIAGEM CULTURAL PROPICIA UMA TSUNAMI DE CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS PARA PAVIMENTAR OS CAMINHOS DA GESTÃO, SEJA ELA QUAL FOR E SEJA ELA DE QUE TAMANHO FOR.

SUGIRO, TAMBÉM, UMA ANÁLISE BÁSICA E HISTÓRICA SOBRE O CUSTO X BENEFÍCIO DOS INVESTIMENTOS NA ARBITRAGEM BRASILEIRA NOS ÚLTIMOS 15 ANOS.

  • SERÁ QUE ALGUMA VEZ, FOI FEITO?
  • QUANTO CUSTA A ATUAL ESTRUTURA DA ARBITRAGEM NACIONAL?
  • SERÁ QUE O INVESTIMENTO É PROPORCIONAL AO TAMANHO DOS PROBLEMAS?
  • POR QUE TANTAS TROCAS DE PRESIDENTES DA COMISSÃO NOS ÚLTIMOS ANOS?
  • POR QUE OS PROBLEMAS SE AGRAVAM A CADA ANO?
  • POR QUE O VAR QUE TEM COMO ESSÊNCIA E FORMA DAR CREDIBILIDADE E TRANSPARÊNCIA AO PROCESSO, PERDEU TOTALMENTE A CREDIBILIDADE NO BRASIL?

COSTUMO DIZER QUE O PROBLEMA DA COMISSÃO NACIONAL É EXATAMENTE ESSE, NÃO TEM UM “PORQUE”. TODOS QUE POR LÁ PASSARAM E NÃO FORAM POUCOS, NOS ÚLTIMOS ANOS, SÃO PESSOAS RESPEITADAS E COM SUAS RESPECTIVAS HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS NA ARBITRAGEM, MAS APESAR DO EMPENHO E DO DESEMPENHO, NÃO ALCANÇARAM O PRINCIPAL, AQUELA PALAVRA MÁGICA: “RESULTADO”, E POR ISSO FORAM TROCADOS.

AQUI, APROVEITANDO O PRINCÍPIO DA OPORTUNIDADE, FAÇO UMA IMPORTANTE E FUNDAMENTAL OBSERVAÇÃO:

“TENHO A CONVICÇÃO E VOCÊ PODE ACREDITAR, SEJA VOCÊ QUEM FOR, ESTEJA VOCÊ ONDE ESTIVER, LENDO ESSE ARTIGO, EXISTE UMA VERDADE INEXORÁVEL, VOCÊ TEM QUE DAR RESULTADO”.

A LITERATURA DA SABEDORIA, QUE SÃO OS GRANDES AUTORES SOBRE LIVROS DE GESTÃO E INOVAÇÃO, COSTUMA ESCREVER QUE, A MAIORIA DAS RESPOSTAS QUE OBTEMOS, QUANDO BASEADAS EM EVIDÊNCIAS CONCRETAS, SÃO PERFEITAMENTE VÁLIDAS. NO ENTANTO, SE COMEÇARMOS COM AS PERGUNTAS ERRADAS, SE NÃO COMPREENDEMOS A CAUSA, ENTÃO ATÉ AS RESPOSTAS CERTAS ACABARÃO NOS LEVANDO NA DIREÇÃO ERRADA. E JUSTAMENTE É ISSO O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O VAR NO BRASIL.

PORTANTO, MINHA ANALOGIA É QUE, CADA INSTRUÇÃO QUE É FORNECIDA E O RESULTADO A SER ALCANÇADO QUE DESEJAMOS COMEÇA COM A MESMA COISA: “UMA DECISÃO”.

EXISTEM AQUELES QUE PREFEREM O CURTO PRAZO E ESTABELECEM LINHAS DE AÇÃO PARA ISSO (MANIPULAM, MAS NÃO INSPIRAM), PORÉM, É AQUILO QUE NÃO SOMOS CAPAZES DE ENXERGAR QUE TORNA O SUCESSO A LONGO PRAZO MAIS PREVISÍVEL, ALIÁS, CAMINHO QUE ESCOLHEMOS NO RIO DE JANEIRO.

LI EM UMA CERTA OCASIÃO UMA COLUNA POLÍTICA NO JORNAL O GLOBO E PEÇO DESCULPAS POR NÃO LEMBRAR NESSE MOMENTO O AUTOR, MAS QUE AO LER, IDENTIFIQUEI DE FORMA CLARA UMA IMAGEM E SEMELHANÇA COM O TRABALHO DA COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM AO LONGO DE TODOS ESSES ANOS.

O TÍTULO DA COLUNA ERA: “REDEMOINHO FACEBOOKIANO DE AL PACINO

E O QUE É REDEMOINHO FACEBOOKIANO DE AL PACINO?

É QUANDO SOMENTE DAMOS IMPORTÂNCIA AQUILO QUE NOS CERCA, NOS ENVOLVE. SOMENTE AQUILO QUE GIRA EM NOSSO ENTORNO, OU SEJA, OUVIMOS AQUILO QUE QUEREMOS OUVIR, QUANDO QUEREMOS OUVIR E DE QUEM QUEREMOS OUVIR, COMO SE O MUNDO DA ARBITRAGEM BRASILEIRA FICASSE RESUMIDO A TECLA FEED DO SEU FACEBOOK OU GRUPO DE SIMPATIZANTES NO WHATSAPP. É AI QUE ENTRA O ATOR AL PACINO CUJO PERSONAGEM NO FILME ADVOGADO DO DIABO DIZ: “A VAIDADE É O PECADO FAVORITO”.

PORTANTO, A COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM ERROU, ERRA E CONTINUARÁ ERRANDO PORQUE SEMPRE FORAM APLAUDIDOS.

DIGO SEMPRE QUE O PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL AO ASSUMIR COMPRA DUAS CAMISAS:

NA PRIMEIRA, QUE ELE USA QUANDO ASSUME A COMISSÃO, VEM ESCRITO: “EU VOU FAZER”. MAS NA SEGUNDA, QUE ELE VAI USAR QUANDO COMPLETAR 1 ANO, VEM ESCRITO: “EU FIZ”. MAS O PROBLEMA É QUE ESTA SEGUE GUARDADA ATÉ HOJE NA GAVETA.

CONTINUAMOS AO LONGO DE ANOS, ACREDITANDO QUE PODEMOS RESOLVER OS PROBLEMAS DA ARBITRAGEM BRASILEIRA ALOCADOS EM UMA SALA DE UM PRÉDIO LUXUOSO NA BARRA DA TIJUCA, NO RIO DE JANEIRO, ONDE DECISÕES SÃO HISTORICAMENTE TOMADAS DE FORMA MONOCRÁTICA, UMA VEZ QUE, A MIOPIA DOS ADEPTOS DA SÍNDROME DE GOLIAS, NÃO CONSEGUEM ENXERGAR A CLAREZA DO PROBLEMA, QUE É SISTÊMICO E COLETIVO.

SEMPRE FUI MUITO CRITICADO POR NÃO PARTICIPAR DE DIVERSAS REUNIÕES ENTRE A COMISSÃO NACIONAL E OS PRESIDENTES DE COMISSÃO DE ARBITRAGEM DAS FEDERAÇÕES, AFIRMO QUE OS MOTIVOS BASICAMENTE FORAM DOIS:

– TENHO POR FILOSOFIA DE VIDA NÃO PARTICIPAR NAQUILO EM QUE NÃO ACREDITO.

– PELO RETORNO QUE SEMPRE TIVE DAQUELES QUE PARTICIPARAM DIVERSAS VEZES DESSAS REUNIÕES E DE CONSTATAR QUE NENHUM RESULTADO FOI ALCANÇADO EM BENEFÍCIO DA ARBITRAGEM NACIONAL.

PORTANTO, TENHO A CONVICÇÃO DE QUE, NÃO PARTICIPAR DESSAS REUNIÕES SE CONSTITUIU EM PECADO, EU PEQUEI NO LIMITE DO PERDÃO.

O CAMPEONATO BRASILEIRO 2020/2021 TEVE UM NÍVEL DE ARBITRAGEM RUIM NO GERAL: SÉRIE A, SOFRÍVEL, E SÉRIE B, UM HORROR.

SOBRE O VAR NO BRASIL, PODERIA DIZER QUE DA PARA ESCREVER UM LIVRO E NA VERDADE É O QUE ESTOU FAZENDO NO MOMENTO. O VAR NO BRASIL ENTROU NO MESMO CICLO VICIOSO DOS GESTORES DA ARBITRAGEM NACIONAL DE SE ESCOLHER AS OPÇÕES MAIS RÁPIDAS E MAIS BARATAS (POR ISSO O SISTEMA INGLÊS É MELHOR E MAIS COMPLETO, NÃO SÓ NOS EQUIPAMENTOS, MAS TAMBÉM, NAS ORIENTAÇÕES PASSADAS AOS ÁRBITROS NO CAMPO E NA SALA DO VAR).

LEMBRO QUE POR OCASIÃO DO EVENTO PROMOVIDO EM SÃO PAULO PELA CBF, QUE TIVE ORGULHO E PRAZER EM PARTICIPAR COMO PALESTRANTE, QUE, EM DETERMINADA OPORTUNIDADE DA PALESTRA DISSE AS SEGUINTES PALAVRAS PARA O PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM QUE ACABARA DE APRESENTAR O SEU SHOW DE ILUSIONISMO QUE SÃO OS NÚMEROS MÁGICOS PRODUZIDOS SOBRE O VAR, COMO SE ESTATÍSTICA FOSSE UMA CIÊNCIA SELETIVA (SÓ MOSTRA O QUE INTERESSA) E FUNDAMENTADA EM DADOS E NÃO NA TRANSFORMAÇÃO DESSES DADOS EM INFORMAÇÃO (ESTA LÁ GRAVADO É SÓ CONFERIR):

“GACIBA, SEUS PROBLEMAS ESTÃO APENAS COMEÇANDO. VÃO PIORAR E MUITO, AGORA TUDO É VAR, PREPARAÇÃO É VAR, INVESTIMENTO É VAR, MÍDIA É VAR, ESTÃO ESQUECENDO DO ÁRBITRO NO CAMPO DE JOGO, A TECNOLOGIA DO VÍDEO REPLAY EM QUALQUER ESPORTE É PARA CORRIGIR UMA NÃO CONFORMIDADE, NO CASO ESPECÍFICO DA ARBITRAGEM ESSA NÃO CONFORMIDADE TEM ORIGEM NA FALTA DE EFICÁCIA, EFICIÊNCIA E EFETIVIDADE NA FORMAÇÃO E PREPARAÇÃO DOS SEUS ÁRBITROS NAS FEDERAÇÕES E SUAS RESPECTIVAS COMISSÕES DE ARBITRAGEM”.

POR ISSO, ESSA TSUNAMI DE CRÍTICAS A ARBITRAGEM NO CAMPEONATO BRASILEIRO 2020/2021 QUE TEVE UM NÍVEL DE ARBITRAGEM RUIM NO GERAL, SÉRIE A, SOFRÍVEL (COM O VAR INTERVINDO DEMASIADAMENTE SEM CRITÉRIO E APITANDO O JOGO) E SÉRIE B, UM HORROR, POIS NESSA COMPETIÇÃO É O ARBITRO DO CAMPO QUE TOMA AS DECISÕES E TEM QUE ESTAR PREPARADO E INFELIZMENTE VIMOS EM MUITOS JOGOS QUE NÃO ESTÃO.

HOJE A LÓGICA DA COMISSÃO DE ARBITRAGEM É:

385 ERROS CLAROS E ÓBVIOS COMETIDOS PELOS ÁRBITROS NO CAMPO DE JOGO NA COMPETIÇÃO;

385 INTERVENÇÕES DO VAR PARA CORREÇÃO.

NOTA DA ARBITRAGEM 10 OU 100% APROVEITAMENTO.

E OS 385 ERROS CLAROS E ÓBVIOS NO CAMPO DE JOGO? ESQUECE, TEMOS O VAR.

QUANTO TEMPO MAIS LEVAREMOS PARA PERCEBER QUE PRECISAMOS NOS REPOSICIONAR E ENTENDER QUE OS PROBLEMAS DA ARBITRAGEM BRASILEIRA NÃO ESTÃO NO EVENTO, MAS NO PROCESSO? ESSA É A REFLEXÃO QUE DEIXO. E, TERMINO COM UMA FRASE ÉPICA PARA UM MOMENTO TRÁGICO:

A ARBITRAGEM BRASILEIRA TAMBÉM PRECISA DE UM AUXÍLIO EMERGENCIAL”.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios