ArbitragemDestaque

Presidente da ANAF detona Flamengo após pedido insano do clube à CBF

Salmo Valentim questionou tentativa frustrada do rubo-negro carioca de pedir troca de Wilton Sampaio no confronto contra o São Paulo pela Copa do Brasil

Rio – O Flamengo bem que tentou, mas a comissão nacional de arbitragem bateu o pé e manteve a designação do goiano Wilton Pereira Sampaio no comando do apito amanhã, no jogo entre São Paulo x Flamengo, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, no Morumbi.

Os dirigentes do clube carioca enviaram um ofício à CBF questionando a escala do árbitro alegando “deficiência técnica” para a partida. Segundo a diretoria rubro-negra, o empate contra o Internacional em 2 a 2 no Beira-Rio, justifica o pedido, tendo em vista a não marcação de ‘dois pênaltis gritantes’ a favor da equipe, no confronto em Porto Alegre, válido pela 18ª rodada do Brasileirão 2020.

Com a negativa da CBF, Sampaio segue na escala e terá pela frente o desafio de comandar uma partida que dentro de campo ainda não começou, mas fora dele já possui todos os ingredientes de um duelo que promete fortes emoções.

Na tarde desta terça-feira (17), o presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF), Salmo Valentim, parou a internet, ao através de sua conta oficial no twitter, detonar a diretoria do Flamengo em defesa do árbitro da FIFA. No post, Salmo Valentim disse que o clube carioca ‘deveria se preocupar em melhorar o seu desempenho no campo de jogo, sem querer interferir fora de campo na trabalho da arbitragem’.

Ainda na postagem, Valentim disse que a ANAF não só apoia a escala de Wilton Sampaio no jogo, como confia plenamente na sua integridade como árbitro e, principalmente, homem.

A Tribuna do Apito entrou em contato com a assessoria de imprensa do Flamengo para falar sobre o episódio, mas até a publicação desta reportagem não respondeu.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios