Arbitragem

Chefe dos árbitros do Pará é reprovado na prova de regras da CBF

Leandro Bratti assumiu a comissão de arbitragem do estado após gestão sem sucesso em Rondônia

Pará – Ex-árbitro da Federação Rondoniense de Futebol (FFER), Bratti pouco depois de pendurar o apito foi nomeado diretor de árbitros do estado. Depois de seis meses sem sucesso à frente da pasta, foi contratado para comandar a arbitragem paraense chegando a Belém apontado como uma “aposta pessoal” do presidente da federação Adélcio Torres. Mesmo contrariado, Lúcio Ipojucan, um dos mais importantes nomes do apito paraense, teve que ir para a vice-presidência, fator que desagradou boa parte dos árbitros que foram contra a mudança.

Porém parece que a aposta não vem dando certo. Além da reprovação teórica na prova da CBF, em pouco mais de quatro meses de gestão, não teve habilidade política para impedir que no único clássico Remo x Paysandu ainda na primeira fase do Campeonato Paraense, árbitros de outras regiões fossem convocados. Tudo isso graças a uma gestão que se derrete e parece ter poucas perspectivas de futuro.

Nós procuramos Leandro Bratti para que ele pudesse comentar o episódio. Porém mesmo depois de visualizar nossa mensagem em um aplicativo de celular, o dirigente optou em não responder. Já interlocutores da Federação Paraense de Futebol atestam que a entidade por enquanto não irá se manifestar sobre o caso.

Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios